Fez-se inverno no verão

Beijei-te e não senti o calor dos teus lábios. Toquei-te e não senti o calor de seu corpo. Pra não ser exagerado, por 3 minutos te senti ofegante… mas foram os únicos. Estou quase chegando a conclusão de que será melhor rever-te no fim deste verão, por estar fazendo tanto frio em ti. Qual será o motivo desse inverno em você??? Vai ser menos difícil assim, do que me deitar na solidão estando ao lado teu… do que acordar sem tua paixão sugando os lábios meus. Sei de nossa condição, mas não entendo, nem encontro uma razão para tu negares os meus beijos apaixonados ou dar-me em troca beijos vagos, como quem só quer ficar na porta e não entrar. Pra que tanta relutância, se estamos juntos nessa dança e jura-me imenso amor??? Se já não mais faço feliz quem hoje não vi sorrir… pq ficou???

Não entendo. Não entendo. E não entendo. Diz pra mim se é realmente melhor assim… Estar aqui só por estar, pra recuar ao te tocar, pensar duas vezes ao me abraçar… é como um fim. Se aquele seu surto que me deixou mudo, que te fez chorar e eu me espantar. Se hoje o vê como a única opção, não deixe passar o verão e começe logo a desembuchar. Caso o amor tenha esgotado, não tenha dó do meu tão exaltado, nem tenha medo de qual possa ser a minha reação. Mas se estou deveras errado, corra agora pro meu lado e me acorde com um beijo e o toque da sua mão. E me perdoe se falei muita besteira ou se agi de estribeira, saiba que foi sem querer. É que quando o medo de perder se faz presente ou parece evidente, a gente fica sem saber o que fazer.

Se veio dessa vez pra se despidir, antes de partir saiba que hoje eu te amo mais que ontem.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Fez-se inverno no verão

  1. Concordo com a Jéssica.

    “Hoje te amo mais que ontem, e menos que amanhã”
    Isso de ser gente grande, de conhecer o amor, de ver quem amamos ir embora… isso é uma grande merda. Tende a ser menos difícil com o tempo. Mas nem por isso, fácil!

Os comentários estão desativados.