O diário de Brandy Mollins – Parte 1 de 2… ou mais

Realmente… Não me parece mais tão estranho quanto parecia, dias atrás. O mais estranho, é parecer meio que com um início e ao mesmo tempo, com um fim… Parecer tão diferente e ao mesmo tempo, tão igual. E eu que achava estar preparado para o tal, um tom diferente dos dos últimos dias, me fez ver o quanto me abalaria. Tanto é, que abalou. Não precisou de nenhum contato visual, nenhum toque, nada que já faça ser difícil falar sobre. Foi apenas uma ligação, que levou ao assunto, meio que sem querer. Comentar sobre as situações e fatos atuais, de uma forma tão natural… mais com uma sensação de: “Bah! Mas que porra é essa quecê tá falando??? Carai”.

Ainda não tinha me deparado com uma situação dessas. Desde o início daquele meu pensar, havia vindo me pegando meio que desprevinido. Agora metade dos pensamentos mudaram e temo por novas coisas. Os pensamentos abobinam mais do que antes, nem minhas úteis “ferramentas de distração” serviram. E agora ainda toca uma antiga canção, de uma banda que eu não sou muito chegado e me explica tudo. O que acabou causando mais confusões na cabeça. Como eu não tinha pensado de forma tão simples, como nas coisas que dizem nessa canção??? Eu até podia escrever uma parecida… Quem sabe???

Só fico pensando no que acontecerá, quando finalmente nos encontrarmos. Se numa ligação foi daquele jeito… Dessa vez haverá o contato visual, haverá o toque e haverá um beijo. E juro, que espero ir além disso.

Anúncios

Um pensamento sobre “O diário de Brandy Mollins – Parte 1 de 2… ou mais

Os comentários estão desativados.