Seria loucura?

Ele acordou e olhou pra sí.
– O que fazes tu, meu bom homem? – disse uma voz em sua mente.
Ele não respondeu. Com seus passos solenes aproximou-se do espelho.
– O que fazes tu, meu bom homem? – repetiu a voz em sua mente.
– Há um erro nessa pergunta. – respondeu olhando em seus próprios olhos pelo espelho e sorrindo.
– Digas, o que há de errado?
Caminhou até a cabiceira da cama, tirou um cigarro do maço e o acendeu.
– A conjugação. – respondeu após uma tragada carregada.
– E qual seria a correta?
– O que fazemos nós. – respondeu sorrindo, olhando pra cinza que acabara de cair no chão.
– Hahahahaha! Como sempre, bem esperto.
Voltou de frente pro espelho.
– Você que tenta me fazer de idiota. – encarou-se com um certo ar descontente.
O silêncio tomou conta daquele quarto por alguns minutos. Ele desviou os olhos de sí.
– Sabe que se eu pudesse te controlar, você estaria perdido. – disse ele finalmente.
– Você acha mesmo?
– Certeza me falta, mas desconfiança me sobra. – deu outra tragada carregada no que já quase não era tabaco e o apagou no cinzero.
– Já tentou imaginar como seria sem mim?
– E você deixa?
– Estás equivocando-se mais uma vez, este é o problema. – disse a voz na sua cabeça, agora num tom mais rígido.
Ele sentou-se na cama com os cotovelos apoiados nos joelhos, sustentando o peso de seu tronco.
– Pra quê vira-mexe me trás a tona tais bombas? – perguntou num tom brando, olhando seu próprio reflexo na tela da TV desligada.
– Não sou eu, és tu. – fez uma pausa, recolheu-se em um tom mais afável. – Tu que me pedes, apenas sigo às ordens. Estás me confundindo ou não me reconheces mais?
Ele meneou a cabeça, não soube o que dizer.
– Estás me confundindo ou não me reconheces mais? – repetiu a voz em sua cabeça.
– Você é a parte doce da minha insanidade.
– Errado! Sou tua consciência! Se tens algo a reclamar, fale com teu inconsciente.
– Mas sempre dá ocupado.
– Então não me culpes.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Seria loucura?

  1. Teletransporte???
    Seria perigoso e igualmente maravilhoso… kkkk
    O trecho do texto Parte do Formidável Mundo Perfeito… já tá no meu blog, com os créditos e tudo certinho! Obrigada viu…
    Bom sábado!

  2. Eu amei o texto
    estranhos contatos com nosso eu interior são sempre assim, como um duelo, sempre acredito na luta do conciente e do subconciente pelo corpo…
    enfim PARABÉNS (em letras garrafais)
    você escreve super bem!

  3. Pudera ser loucura, pudera ser uma doce sanidade-insana.
    Pudera simplesmente ser um desabafo que surge após palavras e pensamentos controversos que insistem em resurgir, em chegar e sacudir a edificação, a mente…

    Pudera até mesmo ser o mais intragável deletério…
    Mas prefiro que seja louco aquele que não conversa consigo. Que prefere viver à margem da consciência de outrem.

Os comentários estão desativados.