Ó, como é triste

Não foi um adeus, sei muito bem que foi mais um “até mais” ou um “te vejo na esquina vagabundo!” como diz sua bio no twitter. Bem o título do seu fotolog “Ó, como é triste” e o nome da sua música que pôs em seu último post “olhar pra frente”. Mas, é inevitável, passei esses dias olhando pra trás e pra mim, foi ontem que você saiu daqui com Felipe depois do ensaio. A primeira vez que nos vimos, na Lapa, carnaval de 2008. Nem conversamos direito, você e Careca do Mal estavam com pressa. Depois disso vários encontros graças aos amigos em comum. Mas a parada mesmo foi quando você começou a frequentar as gravações da Rockfelth e Felipe teve a brilhante idéia de montarmos uma banda. Daí vieram as conversas em particular e naquele churrasco na casa de Lucas, foi ápice. Eu me vi em você… Parecia eu falando, a maioria das coisas que eu falava pras pessoas e bandmates sobre O SONHO e a minha forma de pensar. Fiquei deslumbrado e realmente me vi na minha frente como se fosse um espelho. Daí eu não quis findar a conversa e o fiz ficar até depois do churrasco. Fomos eu, você e o Denis pro bar e demos continuidade. Eu já ficava imaginando, quero ver como vai ser quando começarmos a fazer as músicas pra Hotel Califórnia e como vai ser nosso entrosamento tanto tocando quanto compondo.

Quando começamos os ensaios, mais uma vez me impressionou. Tudo que ouvia sobre mim das pessoas, eu podia dizer de ti, porém, como já te disse, você é bem mais dramático que eu. Entrou o útil no agradável, eu censurava certas “grandes emisses” nos teus versos e você não me deixava fazer arranjos tão simples. No fim de tudo ficava muito ao agrado dos três. A cada encontro, a cada conversa, a cada música, a cada plano… era bem aquela “brincadeira” de complete a frase. Eu e Felipe já nos encarregamos de levar teu sonho adiante e iremos realizá-lo com a Hotel Califórnia, já prometi ao teu pai e a Tayane. Aquele ensaio e aquele clipe, vão ficar imortalizados. Produzirei o projeto 318 com tuas músicas que não estavam em nenhum projeto e a voz vai ecoar até chegar nessa enorme nova estrela lá no céu! O teu sonho agora é meu e sabes que será realizado!

“Quem ousar dizer
Que é o que tinha de ser
Não sabe a dor que ficou pra nós

Eu não vou esquecer
Todos saberão de você
E dos planos que amarramos como nós

O que vivemos a sonhar
O que escrevemos pra cantar
Tal como aquela canção
Que como essa diz sobre

O vento que leva tudo
Não terá forças pra levar
Aquela enorme nova estrela lá no céu
O tempo que move o mundo
Fará a voz ecoar
Até chegar naquela estrela lá no céu”

Já dizia Tico Santa Cruz: “Pois eu sei que nós temos o mesmo destino, então… Tô tentando me encontrar, tô tentando me entender. Por que tá tudo assim?”

Anúncios

2 pensamentos sobre “Ó, como é triste

  1. Eu não o conhecia, mas me emocionei com as suas palavras. Realmente não dá pra aceitar quando alguém se vai, não dá pra aceitar quando dizem ” Foi a vontade de Deus “, mas lute todos os dias pra amenizar a dor, pqe passar, não vai passar nunca, até o dia do reencontro. Sabe onde e como me encontrar toda vez que precisar.

Os comentários estão desativados.