Quero o divórcio

Estou meio tímido, as palavras já começam a fugir e brincar de ir e vir, só pra me sacanear… Eu acho. Mas, é o efeito que tu tens sobre mim, quando tiro a manhã, o dia, noite ou o dia inteiro pra falar de ti. Minha paixão descarada, avassaladora, estupenda, sem descrição… Meu amor eterno e terno! Você é um vício, minha droga predileta, que deixa todos os meus outros vícios no chinelo. Acalma-me, me enfurece, me levanta, me derruba, me empurra, me puxa, me deixa à deriva, me norteia, me tira o chão, me dá o céu, me leva ao Paraíso, me leva ao Inferno, me faz duvidar, me faz ter certeza, me faz acreditar, me faz desmentir… Enfim, sou muito suspeito pra falar de ti. Todos que me conhecem, sabem bem como é o nosso relacionamento. Dou minha vida por você… Dou minha vida pra te ter… Largo qualquer coisa por você… Reservo meu tempo todo pra você… E hoje, nada seria sem você. Ou seria nada desse nada que eu sou, mas que me faz melhor… Bem… Superior…  Um sonhador! Mas… É que… Aconteceram coisas de uns tempos pra cá e você não será a única a ver o queixo ir ao chão.

Quando tivemos nosso primeiro contato, de cara já me apaixonei e comecei a fazer planos mirabolantes pra te ter na minha vida… Pra sempre! Para muitos parecia uma paixão platônica, pois eu tinha apenas treze anos. Sabe como é a maioria dessas paixões pré-adolescentes, ninguém leva a sério ou espera que dure, além da pessoa que está apaixonada. Aos poucos fui te conhecendo melhor e cada vez mais, você me tornando a pessoa mais feliz do mundo. Quatro anos depois começamos nosso relacionamento sério… Foi lindo… Tarde, mas foi lindo. Como diz o velho ditado: “Antes tarde do que nunca!”. Vivíamos na mais bela miséria, construímos mais de cem mundos e éramos extremamente felizes, nada nos incomodava tanto além do fato de que sabíamos que poderíamos estar em condições melhores… Mas com paciência dávamos proveito ao que nos era propiciado enquanto esperávamos chegar à fase das vacas gordas. Nunca, nada nem ninguém, conseguia entrar no nosso caminho, mudar nossos planos ou nos pôr pra baixo… Sempre foi apenas eu e você. De certa forma continua e continuará sendo, mas, muita coisa mudou.

Uns dois ou três anos atrás nos casamos e foi uma bela cerimônia. Nunca irei me esquecer, assim como nunca esquecerei nada do que vivemos. Mas, ano passado eu conheci outra pessoa. Essa eu não preciso dividir com outras pessoas, enquanto você, eu tinha que dividir às vezes com mais três ou quatro pessoas… Ela quer só a mim e me satisfazer, enquanto você queria um quarteto ou quinteto amoroso e me satisfazer. O problema é que tentamos várias vezes e sempre sou o que mais me entrego a ti, e mesmo assim, você sempre quer que eu encontre mais três ou quatro para darmos continuidade ao nosso relacionamento. Eu sei que você já reparou que ultimamente mal temos conversado, não tenho te tocado com a mesma paixão… Infelizmente eu tenho que pedir o divórcio. Sei que posso me arrepender amanhã ou depois, mas, prometo que não vou me casar com ela. Só que… Nós dois, agora, não está dando certo e acho que com ela, dará. Meu sentimento por ti não esfriou nem um pouco, mas, ela tem me feito bastante feliz e eu quero arriscar nesse relacionamento novo pra ver no que vai dar. Não fique triste, continuaremos nos encontrando e ela mesma, antes que eu dissesse, disse que não veria problema algum se você virasse minha amante… E farei questão que seja. Então, minha querida e amada Música, eu quero divórcio, pra namorar a doce e meiga Literatura. Sinto muito… Eu mais do que ninguém, nunca quis isso.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Quero o divórcio

Os comentários estão desativados.