Neurótica chata e pessimista

Bom… Direto ao assunto… Você tem todos os indícios de que vai me ferir outra vez, vai me trair e vai se sair bem, até sentir falta de mim depois que eu, decidida, partir. Pode pensar que é loucura, mas que puta sacanagem o que você vai fazer hein? Quantas vezes eu já te falei que é bem melhor que você assuma ou relate, do que eu ter que descobrir sozinha ou pescando a resposta que sua expressão facial me dá enquanto sua boca solta mentiras e mentiras? Quantas vezes eu te preveni? Mas, mesmo assim, você vai esquecer e me trair, e quando eu descobrir, não vai saber me dizer o motivo… Pois de todos os “por quês”, eu já te mostrei que nenhum justifica nada. Nada! Porra! Por mais que eu já tenha feito o mundo girar ao contrário por você, vai esquecer e me tratar como uma tremenda merda, por tanto se vangloriar por coisas que é mais que sua obrigação fazer… Não é um favor ou uma prova de amor. As provas de amor são o que você tem vergonha de fazer ou acha que não tem necessidade. E os pequenos detalhes que tanto defendo, vai usar contra mim sem saber o que realmente são os pequenos detalhes.

Já tenho mestrado em traição, de tanto que fui ferida. Aprendi bem e suficiente. Por isso posso afirmar, mais uma vez, que você tem todos os indícios de que vai me trair. Pode mudar, amanhã ou depois, e você pode perder esses indícios que me refiro. Só depende de você, não de mim. Traição e decepção são uma das facas invisíveis que quando cortam, doem mais que uma faca visível, que você viu bem a hora que ela penetrou a sua carne e sente a dor que o corte lhe causou. Como todo ser humano, você só aprende o que lhe convém… Por isso, não lhe culpo, faz parte da idiotice que poucos conseguem jogar fora. O que realmente tem que aprender, só aprende com a perda e quando é tarde. Pra você eu sou neurótica, mas amanhã vou ser quem lhe avisou e quem poderia esfregar na sua cara aquela frase que todo mundo odeia: “Eu te avisei, babaca!”.

É difícil ser sincero? Pra mim não é, mas, não sei como é para as outras pessoas… Como é pra você? Tome cuidado, pois eu vou continuar acreditando nas respostas de teus olhos, enquanto sua boca e olhos não entrarem num consenso e responderem a mesma coisa. Pode continuar dizendo que sou neurótica, que já estou ficando chata com isso… Mas não vai mudar nada! Você dizia as mesmas coisas antes de eu descobrir a primeira vez que me feriu, me traiu e se saiu bem, como se estivesse certo. Sei que a culpa é minha, eu resolvi te perdoar sem que você pedisse perdão… Pensando agora, acho que até hoje você nem pediu perdão e eu nem me importei com isso. Ainda não me importo, mas, já pensou nisso? Sei que pateticamente, se eu lhe dissesse essas coisas, sua resposta seria algo como: “- Se não confia em mim, pra que dar continuidade?”. Aí, meu bem, você está deixando de lado todos os momentos felizes que tivemos durante esse tempo todo. Mas, antes que pergunte, eu lhe digo… Diferente dos teus e dos meus amigos, sou quem mais confia em nós e quem mais acredita que você vai tomar um jeito e parar de transformar pessoas como eu, numa neurótica chata e pessimista.

Anúncios